Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais

Duração do Curso:

  • 4 semestres

Período:

  • Noturno
  • Sábado: Manhã e Tarde

Modalidade de Ensino:

  • Presencial

Número de Vagas:

  • 60 Vagas

Mais Informações:

Forma de ingresso:

O ingresso ocorre mediante Sistema Unificado de Seleção (SiSU) baseado no desempenho do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM); movimentação interna, transferências de outras IES e portadores de diplomas de curso de graduação em nível superior, na existência de vaga; e transferência compulsória. Os editais para ingresso são encontrados no sitio da COPEVE/UFMS

Objetivos do Curso:

  • O objetivo geral do Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais é oferecer a formação básica técnico-profissional ao gestor de processos gerenciais, indispensável à inserção deste profissional nas organizações como agente de mudanças, dotado de uma visão mais crítica da realidade sócio-organizacional.

Profissão:

  •  Tecnólogo em processos gerenciais .

Atividades inerentes:

  • O tecnólogo em Processos Gerenciais elabora e implementa planos de negócios, utilizando métodos e técnicas de gestão na formação e organização empresarial, especificamente nos processos de comercialização, suprimento, armazenamento, movimentação de materiais e no gerenciamento de recursos financeiros e humanos. A habilidade para lidar com pessoas, a capacidade de comunicação, trabalho em equipe, liderança, negociação, busca de informações, tomada de decisão em contextos econômicos, políticos, culturais e sociais distintos são requisitos importantes para este profissional.

Áreas de Atuação e Exercício Profissional:

O tecnólogo em Processos Gerenciais tem uma área de atuação mais reduzida que em relação ao bacharel em Administração. Também é mais vinculada às atividades às quais foram formados. Assim, se a área de atuação do bacharel está regulamentada no artigo 2 e 3 da Lei nr 4.769/65, pode-se derivar a área de atuação do tecnólogo em processos gerenciais, a saber:

  • elaboração de pareceres, relatórios, planos, projetos e laudos técnicos, vinculados à análise de processos de gestão;
  • realização de perícias, pesquisas, estudos, análises, interpretações, planejamento, implantação, coordenação e controle de processos de gestão;
  • exercício de funções de chefia ou direção intermediária, assessoramento e consultoria em órgãos da Administração Pública ou de entidades privadas, cujas atribuições envolvam, principalmente, a aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de análise de processos de gestão;

Formação:

Tecnólogo em processos gerenciais.